Cerca Pulsativa

O PRODUTO

O equipamento não pode oferecer risco a integridade física dos usuários ou de quem venha a “tocar” nela por estar energizada. 
O choque provocado pela cerca é de efeito moral, possui alta voltagem e baixa amperagem. É pulsativa, não queima, não deixa marcas e não faz com que as pessoas e animais que nela encostem ou segurem sofram sequelas.

FUNCIONAMENTO

1.1. Com choque pulsativo: 
Seu funcionamento é baseado na geração de pulsos de alta tensão com o intuito de coibir passagem de pessoas ou animais no espaço compreendido entre duas hastes ou entre seus fios. Em caso de ruptura ou aterramento da cerca, a ausência dos pulsos de retorno provoca o acionamento de um relê de saída e faz com que a placa computadorizada da Central acione, instantaneamente, um alarme sonoro, ao mesmo tempo em que envia um sinal de alerta, via cabo telefônico, para a Central de Monitoramento à distância.

Os pulsos possuem baixa energia, de forma a não implicar na integridade física ou risco de vida. O simples toque nos fios não provoca o acionamento do alarme, desde que não tenha sido provocado por um aterramento. Ë chamada de proteção ativa.

1.2. Sem choque pulsativo: 
Seu funcionamento é idêntico ao anterior, sendo baseada na geração de corrente continua de baixa tensão (12 volts). Detecta uma intrusão através do rompimento ou contato entre os fios adjacentes. É chamada de proteção passiva.

INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS

• Muro/cerca com altura mínima de 2,20 metros de altura. 
• Hastes fixadas e voltadas à parte interna do imóvel (medida defensiva). 
• Aterramento exclusivo para a cerca. 
• Sinalizar todo o perímetro da cerca.
• Não instalar a cerca em área de recreação, piscina ou de reunião de crianças. Em caso de real necessidade, deverá ser instalado sistema independente, o qual será ativado/desativado em horários preestabelecidos. 
• Não poderá haver contato de árvores, plantas e vegetação na cerca.